O pintor e arquiteto Émile Tuchband em livro

A FAAP, em parceria com o Instituto Olga Kos (IOK), promove a exposição Emile Tuchband – Senhor de Dois Mundos, composta por uma coletânea de obras do artista.

A mostra traz ainda trabalhos dos participantes das oficinas de arte do IOK dentro do projeto “Pintou a Síndrome do Respeito”, que busca divulgar a diversidade cultural e artística do País.

Oficinas Instituto Olga Kos

 

Homenageado na exposição, Emile Tuchband foi pintor e arquiteto. Nasceu em Paris, na França, em 1933 e destacou-se ao auxiliar Marc Chagall na elaboração do teto da Ópera de Paris. Chegou ao Brasil com vinte e três anos, já formado, radicando-se na cidade de Taubaté. A partir de 1957, passou a se dedicar exclusivamente à pintura. Em 1960, foi o responsável por produzir o cartaz do filme Orfeu Negro, uma produção franco-brasileira dirigida por Marcel Camus a partir da peça de Vinicius de Moraes, que ganhou o Oscar de Melhor Filme Estrangeiro.

A mostra é resultado da parceria firmada entre a FAAP e o Instituto Olga Kos (IOK), que está comemorando dez anos de existência. O instituto é voltado para o desenvolvimento de projetos artísticos e esportivos para atender, prioritariamente, crianças, jovens e adultos com deficiência intelectual.

O autor do livro, Jacob Klintowitz, é jornalista, escritor e crítico de arte. Já foi curador de várias mostras, entre elas “A Ressacralização da Arte”, realizada no Sesc Pompéia, “Um Século de Escultura no Brasil”, apresentada no Museu de Arte de São Paulo (Masp), “Formas e Ritmos da Arte Brasileira”, no Museu de Charlottenborg, Dinamarca e “Victor Brecheret”, mostra de inauguração do Museu Brasileiro de Escultura.

Oficinas Instituto Olga Kos

 

Exposição Emile Tuchband – Senhor de Dois Mundos

Período de visitação: De 26 de abril a 7 de maio
Local: Mezanino do MAB FAAP (Rua Alagoas, 903 – Higienópolis)
Horários: Segundas, quartas, quintas e sextas-feiras, das 10h às 18h, com permanência até as 19h.
Aos sábados, domingos e feriados, das 10h às 17h, com permanência até as 18h.
(Fechado às terças-feiras, inclusive quando feriado)
Informações: (11) 3662-7198  / www.faap.br/museu
Entrada gratuita

 

Sobre o Instituto Olga Kos

www.institutoolgakos.org.br

Fundado em 2007, o Instituto Olga Kos de Inclusão Cultural (IOK) é uma associação sem fins econômicos, com qualificação de Organização da Sociedade Civil de Interesse Público (OSCIP), que desenvolve projetos artísticos e esportivos, aprovados em leis de incentivo fiscal, para atender, prioritariamente, crianças, jovens e adultos com deficiência intelectual.

Além disso, parte das vagas dos projetos é destinada a pessoas sem deficiência, que se encontram em situação de vulnerabilidade social e residem em regiões próximas aos locais onde as oficinas são realizadas. O Instituto Olga Kos conta com uma equipe multidisciplinar formada por artistas plásticos, arte-educadores, psicólogos, educadores físicos, fisioterapeutas, mestres em Karate-Do e Taekwondo, profissionais multimídia e pedagogos.

As oficinas de esportes buscam incentivar a prática esportiva (Karate-Do e Taekwondo), estimular o desenvolvimento mo­tor e melhorar a qualidade de vida dos participantes. Já as oficinas de artes buscam divulgar a diversidade cultural e artística de nosso País, expandir o acesso à cultura, incentivar o exercício da arte e desenvolver os canais de comuni­cação e expressão dos participantes, por meio dos programas: “Pintou a Síndrome do Respeito” e “Resgatando Cultura”. Todas estas atividades procuram garantir que a pessoa com deficiência intelectual reúna con­dições de participar de forma mais efetiva da sociedade da qual ela faz parte. Além disso, o IOK desenvolve a articulação de redes de apoio para geração de renda e inclusão no mercado de trabalho, por meio de parcerias com instituições que promovem o aprendizado de habilidades profissionais.

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *