O Teatro de Bonecos Popular do Nordeste em livro

O Instituto do Patrimônio Histórico e Artístico Nacional (Iphan) lançou a 6ª edição da Mostra Pernambucana de Teatro de Bonecos, a versão impressa da publicação Prêmio Teatro de Bonecos Popular do Nordeste – Mamulengo, Babau, João Redondo e Cassimiro Coco. O livro é uma homenagem à genialidade dos criadores que dão vida aos bonecos, uma forma de expressão genuína da cultura brasileira.
A publicação, que pode ser adquirida pelo e-mail publicacoes@iphan.gov.br, é uma das ações de salvaguarda do Teatro de Bonecos Popular do Nordeste, que foi registrado como Patrimônio Cultural do Brasil em 2015. O livro é resultado de edital lançado pelo Iphan após deliberações realizadas entre o Instituto e os bonequeiros, que solicitaram a priorização dos mestres idosos. Por essa razão, um dos critérios de participação foi idade mínima de 55 anos e, no mínimo, 20 anos de trabalho com os bonecos. Como resultado dessa exigência, 78% dos premiados têm 60 anos ou mais.
O edital contemplou 37 bonequeiros e bonequeiras, além de oito prêmios in memoriam, totalizando 45 premiados de 10 estados brasileiros. Além de imagens, apresentação e breve relato dos mestres bonequeiros, o livreto traz mapa e lista dos premiados por estado.
Outras ações de salvaguarda têm sido elaboradas e desenvolvidas em outras unidades da Federação em que foi identificada a ocorrência da expressão cultural (Rio Grande do Norte, Ceará, Paraíba, Pernambuco e Distrito Federal). Também nesta sexta-feira (2), o Iphan-PE promove a Conferência sobre Registro e Salvaguarda do Mamulengo no Estado de Pernambuco, seguida de mesa redonda sobre a contribuição dos grupos e instituições na formação em teatro de bonecos, reflexões que contarão com a participação da superintendente do Iphan-PE, Renata Duarte, da técnica do Iphan Juliana Cunha, da professora da Universidade Federal de Pernambuco (UFPE) Izabel Concessa, do gerente de Cultura do Sesc, José Manoel Sobrinho, e dos integrantes do grupo Mão Molenga, Carla Denise e Fábio Caio, entre outros.
Iphan

6ª Mostra Pernambucana de Teatro de Bonecos

As cidades do Recife, Olinda e Igarassu recebem a 6ª Mostra Pernambucana de Teatro de Bonecos, evento que prevê apresentações artísticas de diversos grupos da Região Metropolitana do Recife, do Agreste, da Mata Norte e do Sertão de Pernambuco, assim como de dois grupos convidados do estado de São Paulo. A programação de cunho educativo inclui a promoção de oficinas de confecção de bonecos em madeira (mulungu), com Antero Assis de Moura, e confecção de bonecos em papel machê e com material reciclável.
A Mostra, promovida pela Associação Pernambucana de Teatro de Bonecos (APTB), conta com patrocínio do BNB e Banco do Nordeste, por meio da Lei Rouanet, e com apoio do Iphan-PE, do Governo do Estado de Pernambuco, da Secretaria de Cultura do estado, da Fundarpe, da Prefeitura da Cidade do Recife, do Centro Apolo-Hermilo, do Cepe, do Sesc e da VouVer Acessibilidade.
Serviço:
 
Conferência sobre Registro e Salvaguarda do Mamulengo no Estado de Pernambuco e lançamento do Livro sobre o Prêmio Teatro de Bonecos Popular do Nordeste
Data: 2 de junho, às 19h 
Local: Teatro Apolo – Rua do Apólo, 121 – Recife, Pernambuco
(Fotos Iphan)