Masp exibe a arte erótica do pintor Pedro Correia de Araújo

O MASP apresenta “Pedro Correia de Araújo: Erótica”, mostra individual que reúne 66 obras do artista pernambucano Pedro Correia de Araújo (Paris, 1881– Rio de Janeiro, 1955), divididas em quatro grandes núcleos representativos de sua produção: nus, danças, retratos e a chamada “Série Erótica”.

A exposição assume como mote a sensualidade latente que atravessa suas obras da fase brasileira (1929-1955), ressaltando, porém, a presença do erotismo não apenas nos nus ou na série de desenhos sexualmente mais explícitos, mas também, e especialmente, nas representações de danças brasileiras, como o jongo, e retratos femininos de caboclas, índias e negras.

A exposição integra o eixo de exposições em torno da temática de “Histórias da sexualidade” ao longo de 2017, no Museu, que trata dos temas ligados à sexualidade e ao corpo, em uma abordagem transversal, articulando vários acervos e artistas de diferentes gerações e territórios, com núcleos dedicados à prostituição, ao nu, ao homoerotismo, aos jogos sexuais, ao ativismo feminista e queer, entre outros.

Parte essencial deste projeto é o lançamento de um extenso catálogo, com reproduções de todas as obras em exibição, documentos raros e fotografias de época, além de ensaios inéditos do curador e de críticos especialmente convidados a produzir novas reflexões sobre um artista até então marginalizado pela história da arte oficial. Esse livro, com organização editorial de Adriano Pedrosa e Fernando Oliva, traz textos de Stella Teixeira de Barros, Jacques Leenhardt, Fábio D’Almeida e Fernando Oliva.

“Pedro Correia de Araújo: Erótica” tem curadoria de Fernando Oliva, curador do MASP.

 

Serviço:

PEDRO CORREIA DE ARAÚJO: ERÓTICA
25 de agosto a 18 de novembro de 2017

MASP – Museu de Arte de São Paulo Assis Chateaubriand

2º Subsolo

Avenida Paulista, 1578, 01310-000, São Paulo, Brazil