III Encontro Internacional de Palhaças Mulheres com mais de 50 artistas

De 3 a 12 de novembro, o III Encontro Internacional de Mulheres Palhaças traz a São Paulo uma rica grade cultural com mais de 20 atividades voltadas à palhaçaria feminina, que vão desde vivências, espetáculos, workshops e cortejos, realizados em oito espaços da capital paulista, com entrada gratuita.

Com a participação de mais de 50 artistas, o encontro tem curadoria de Andréa Macera e busca valorizar a atuação feminina na arte da palhaçaria, que por muito tempo foi prioritariamente masculina. “A profissão de palhaça para a mulher é uma conquista recente e temos que ampliar e trocar experiências para que cada vez mais palhaças possam viver e se realizar com sua arte”, comenta Andréa Macera, criadora e realizadora do encontro e que representa o Teatro da Mafalda.

A abertura do evento, que foi indicado ao Prêmio Governador do Estado de São Paulo para Cultura 2017 na categoria Circo, ocorre no dia 3 de novembro, sexta-feira, no Centro Cultural da Penha, com o espetáculo Upper Cuts, da palhaça inglesa Nola Rae, que reúne os melhores esboços da artista. Há sátira, sagacidade mordaz e loucura controlada, com o palco povoado por um caleidoscópio heterogêneo de personagens absurdos.

No dia seguinte, 4, terá Joana, A Valente, com a suíça Guardi Hutter, espetáculo que traz uma lavadeira às voltas com bacias, sabão, varais e montanhas de roupas sujas. Enquanto faz seu trabalho, ela devora um livro sobre Joana d’Arc. Entre delírios e ridículos, Joana sonha com grandes ações heroicas contra inimigos à sua altura. Precursoras da arte e profissão da palhaçaria feminina no mundo, as duas palhaças consideradas ícones dessa arte serão homenageadas pelo encontro.

“Este ano buscamos democratizar ainda mais o encontro e ampliar. Vamos oferecer atividades no centro da cidade e em centros culturais na Penha, Jabaquara, Vila Formosa, em Sescs espalhados pela capital e o cortejo sairá do Centro de Memória do Circo”, explica Andréa.

Andréa Macera também criou mais duas frentes de atuação, uma Rede Internacional de Mulheres Palhaças, cujo foco é criar ações que auxiliam os encontros no Brasil com comunicação e organização dos festivais, cursos, publicações e também identifica e reúne palhaças iniciantes na profissão. Outra frente importante é a Escola de Palhaças,  que traz módulos intensivos com diversas áreas do conhecimento da palhaçaria, ministrados por mestras e, além da realização anual, tem uma característica itinerante, oferecendo formação e profissionalização em São Paulo e outros Estados.

A produção do encontro é independente e conta com parcerias do Sesc SP, Secretarias de Cultura Municipal e Estadual, Centro de Memória ao Circo. A  produção executiva é da Carrapeta Produções.

 

Andrea Macera em foto de Paulo Pinto

 

PROGRAMAÇÃO

3 de novembro, sexta-feira

 

19h – Abertura – SóLadies In.Press – Imprensa Oficiosa  – com Circo di Sóladies

Centro Cultural Penha (Largo do Rosário, 20 – Penha de Franca)

Classificação etária: livre

Sinopse: Na intervenção, as palhaças realizam a cobertura artística por meio de sua imprensa oficiosa com fatos e relatos de um evento através de transmissões ao vivo pelo Facebook e outras intervenções que poderão ser postadas no canal no Youtube realizando entrevistas bem-humoradas com o público antes e depois dos espetáculos. A atuação artística das palhaças se dá no tempo presente, com o MiniCirco como cenário, e uma dramaturgia performativa, que pode ser alterada de acordo com a situação vivenciada sempre em conversa com a organização do evento.

 

20h – Espetáculo Upper Cuts (Nola Rae, Inglaterra) – Teatro Martins Penna – Centro Cultural Penha (Largo do Rosário, 20 – Penha de Franca)

Classificação etária: livre

Duração: 50 minutos

Sinopse: Upper Cuts é uma coleção dos melhores esboços da Nola e mais engraçados. Há sátira, sagacidade mordaz e loucura controlada, já que o palco é povoado por um caleidoscópio heterogêneo de personagens absurdos. Os pomposos e desconcertados, os poderosos e os humildes são por sua vez expostos como vulneráveis ​​humanos.

 

4 de novembro, sábado

 

10h às 12h – Workshop Caco Mattos – Centro Cultural Penha (Largo do Rosário, 20 – Penha de Franca)
20 primeiras vagas garantidas por inscrição antecipada com entrada franca

Telefone: (11) 2295-0401
Classificação etária: livre

Sinopse: Serão tomados por base dois aspectos: o estudo e análise dramatúrgica de algumas entradas cômicas dos séculos XIX e XX e possibilidades de criação de números contemporâneos na prática.

 

15h – Espetáculo O Segredo de Gisele (Michelle Silveira, Chapecó, Santa Catarina) – Centro Cultural da Penha (Largo do Rosário, 20 – Penha de Franca)

Classificação etária: 12 anos

Duração: 50 minutos

Sinopse: Depois de ter sobrevivido a uma infância onde seus sonhos eram desestimulados pela rigidez dos padrões e das expectativas alheias, Barrica assume na sua vida adulta uma postura que a coloca sempre em segundo plano. Mas é chegado o dia em que a última gota d´agua enche o copo da sua acomodação, humilhação e submissão em relação à vida e aos outros. Nesse momento, Barrica assume as rédeas da sua vida, toma suas próprias decisões e se arrisca a receber novos julgamentos sobre sua performance, porém, agora, muito mais segura de si.

 

20h – Espetáculo Joana, A Valente (Gardi Hutter, Suíça) – Centro Cultural da Penha (Largo do Rosário, 20 – Penha de Franca)

Classificação etária: 14 anos

Duração: 50 minutos

Sinopse: Joana é uma lavadeira às voltas com bacias, sabão, varais e montanhas de roupas sujas. Enquanto faz seu trabalho, devora um livro sobre Joana d’Arc. Entre delírios e ridículos, Joana sonha com grandes ações heroicas contra inimigos à sua altura. Desta forma, faz da sua lavanderia um campo de batalha surrealista.

 

5 de novembro, domingo


10 às 12h – Workshop Caco Mattos
 – Centro Cultural da Penha (Largo do Rosário, 20 – Penha de Franca)
20 primeiras vagas garantidas por inscrição antecipada com entrada franca.
Telefone: (11) 2295-0401
Classificação etária: livre

Sinopse: Serão tomados por base dois aspectos: o estudo e análise dramatúrgica de algumas entradas cômicas dos séculos XIX e XX e possibilidades de criação de números contemporâneos na prática.

 

15h – Palco na Rua (Direção: Cida Almeida) – Largo do Paissandu (centro de SP)
Classificação etária: livre
Duração: 60 minutos
Sinopse: O Palco na Rua é uma atividade nova no evento. Esta programação  artística contempla as mulheres palhaças  que desenvolvem seus trabalhos na rua como espaço cênico. Neste palco/picadeiro, palhaças de diversos estados do Brasil se reúnem.

6 de novembro, segunda-feira

 

15 às 17h – Workshop Nola Rae – Centro Cultural Oswald de Andrade (Rua Três Rios, 363, Bom Retiro)
20 primeiras vagas garantidas por inscrição antecipada com entrada franca.
Telefone(11) 3222-2662
Classificação etária: livre

Sinopse: Nola trabalha ritmo, dança, yoga, commedia dell’arte e clowning que são ensinados em conjuntos com técnicas de mime. Os

principais objetivos das oficinas são: melhorar o controle e a concentração do corpo, a presença do estágio, melhorar os poderes de observação e imaginação, adicionar graça e profundidade ao movimento, divertir e desenvolver o humor.

 

20h – Espetáculo Sobre Tomates, Tamancos e Tesouras (Andrea Macera – SP) – Sítio Cultural Alsácia (Rua José Lopes Ventura, 322 – Vila Suissa, Ribeirão Pires, SP)
Classificação etária: 14 anos
Duração: 60 minutos

Sinopse: “Sobre Tomates, Tamancos e Tesouras” conta a história de Mafalda Mafalda, uma artista de cabaré banida pelo seu público após uma apresentação mal sucedida com uma tal “plateia do lado de lá”. O espectador considerado “o público do lado de cá”, por meio de flashbacks reais e também pelo depoimento de nossa protagonista, tem acesso a uma realidade deturpada dos fatos, porém, logo descobre que algo mais de grave se passou na fatídica apresentação. Algo que envolve o uso de uma tesoura, de tomates e de um pesadíssimo tamanco do Dr. Scholl, que se constitui um assombroso caso de polícia.

 

7 de novembro, terça-feira

13h às 18h – Palhaças em Rede – Sesc Pinheiros (Rua Paes Leme, 195, Pinheiros)
Classificação etária: livre

Sinopse: A reunião propõe um intercâmbio de realizadoras de encontros nacionais e internacionais de palhaçaria feminina para a reativação e formatação da rede de mulheres palhaças. O evento propõe ações como mapeamento, história e registro da atuação da mulher palhaça, apoio à realização dos festivais de mulheres palhaças, busca de financiamento para a rede e suas ações.

Contará com a participação das convidadas: Claudia Zucheratto (Espanha), Adelvane Néia (Paraná – PR), Aline Moreno (São Paulo – SP), As Marias da Graça (Rio de Janeiro – RJ), Cia Gêmeas (Belo Horizonte – MG), Fran Marinho (Santo André – SP), Andrea Macera (São Paulo – SP), Nara Menezes (Recife – PE), Manuela Castelo Branco (Brasília – DF), Michelle Cabral (São Luís – MA) e Michelle Silveira (Chapecó – SC).

20h – Cabaré das Neófitas (direção Solvia Leblon) – Casa de Cultura Vila Formosa (Av. Renata, 163, Chácara Belenzinho)

Classificação etária: livre

Duração: 50 minutos

Sinopse: O Cabaré das Neófitas é um grande encontro das palhaças da Escola de Palhaças e números de palhaças iniciantes. Mulheres que exercem o ofício da palhaçaria, mulheres que buscam criar a história da comicidade brasileira apresentando seus números que trazem muito riso e diversão.

 

8 de novembro, quarta-feira

 

15 às 17h- Workshop Nola Rae – Centro Cultural Oswald de Andrade (Rua Três Rios, 363, Bom Retiro)
20 primeiras vagas garantidas por inscrição antecipada com entrada franca.
Telefone: (11) 3222-2662

Classificação etária: livre

Sinopse: Nola trabalha ritmo, dança, yoga, commedia dell’arte e clowning que são ensinados em conjuntos com técnicas de mime. Os principais objetivos das oficinas são: melhorar o controle e a concentração do corpo, a presença do estágio, melhorar os poderes de observação e imaginação, adicionar graça e profundidade ao movimento, divertir e desenvolver o humor.

9 de novembro, quinta-feira

 

14h30 – Espetáculo Vô me Escondê Aqui (Drica Santos, Florianópolis) – Centro

de Culturas Negras Jabaquara (R. Arsênio Tavolieri, 45, Jardim Oriental)
Classificação etária: 14 anos

Duração: 60 minutos

Sinopse: Chove torrencialmente e Curalina Fosfosol precisa se esconder da chuva. Ela entra num recinto e dá de cara com o público. Aproveita o momento para compartilhar suas emoções e se satisfazer com o prazer de contar histórias enquanto espera a chuva passar. Quando ela passa, se despede de todos e continua sua jornada pela vida.

 

19h30 às 21h30 – Exibição do Filme Minha Avó Era Palhaço e Bate-papo “Mulheres e Comicidade” a ser realizado após a exibição do filme – Auditório do Sesc São José dos Campos (Av. Dr. Ademar de Barros, 999 – Jardim Sao Dimas, São José dos Campos – SP)

Classificação etária: livre

Duração do filme: 52 minutos

Sinopse: O documentário conta a trajetória artística de Dona Maria Eliza Alves dos Reis, a primeira palhaça negra do Brasil, além de destacar também a influência dos negros no espetáculo circense e o preconceito que sofriam nesse meio.

 

20h – Cabaré de Gala (direção Lu Lopes) – Galeria Olido (Av. São João, 473 – Centro)
Classificação etária: 14 anos
Duração: 60 minutos
Sinopse: O Cabaré de Gala é um grande encontro de especialistas do riso, mulheres que há muito tempo exercem esse ofício de palhaça, mulheres que criam a história da comicidade brasileira. Elas apresentam seus números, compartilhando muito riso e diversão. Teremos apresentações musicais, mágica, mímica, circo- teatro e muito mais! Tudo sob a experiência das divas do riso, entre elas estão: Adelvane Neia (Paraná – PR), Andrea Macera (São Paulo – SP), Aline Marques (Porto Alegre – RS), Drica Santos (Florianópolis – SC), Claudia Zucheratto – (Espanha), Fernanda Jannuzzelli (Campinas – SP), Tereza Gontijo (São Paulo – SP), Rhena de Faria (São Paulo – SP), Michelle Cabral (São Luiz – MA) e As Marias da Graça (Rio de Janeiro – RJ). Direção: Lú Lopes

 

10 de novembro, sexta-feira


15h – Filme Palhaças do Mundo (Direção Manuela Castelo Branco) – Centro de Memória do Circo (Av. São João, 473 – Centro)
Classificação etária: livre
Duração: 15 minutos

Sinopse: “Palhaças no Mundo” é um seriado documental, composto de 12 episódios por temporada, e que mapeia poeticamente o universo de palhaças espalhadas pelo globo, com foco em palhaças brasileiras, mas traz episódios contando histórias de palhaças que vivem e trabalham no exterior.

 

21h – Cabaré Trans – Centro Cultural Oswald de Andrade (Rua Três Rios, 363, Bom Retiro)

Classificação etária: 16 anos

Duração: 60 minutos

Sinopse: Na Noite do Cabaré Trans estarão reunidas as figuras mais extravagantes do Encontro Internacional de Mulheres Palhaças. A diversidade de gênero será apresentada pela ótica dos palhaços e palhaças que tem em sua trajetória cômica figuras do seu gênero oposto. Homens e mulheres, palhaças e palhaços se misturam em uma ode ao gênero, comandados por uma criação coletiva. Nossos convidados são: Grupo Esparrama, Wladia Beatriz, Esio Magalhães, Caco Mattos, Beto Souza e Nara Menezes.

 

11 de novembro, sábado

 

13h – Cortejo (Coordenação Suzana Aragão) – Centro de Memória do Circo (Av. São João, 473, Centro) 

A realização do Cortejo de rua cumpre a tradição dos festivais e encontros de palhaços ou palhaças de sair na rua para palhacear, tomando o espaço público como picadeiro e se relacionado com a cidade de maneira intensa, criativa e crítica.

 

16h – Espetáculo Barrica Poráguabaixo (Michelle Silveira, Santa Catarina) – Sesc Pinheiros (Rua Paes Leme, 195, Pinheiros)

Classificação etária: livre

Duração: 50 minutos

Sinopse: Barrica quer ir à praia. Num lugar de proximidade com o público, a palhaça lança mão de sua graça e sensibilidade para realizar o seu sonho, vencendo os limites impostos pelos padrões a fim de alcançar o prazer e a alegria, em momentos de pura brincadeira consigo mesma e com a plateia.

 

20h30 – Espetáculo De Todas Las Bellas, las Más Vellotas, com Cia Aérea Teatro (Espanha) – Sesc Pinheiros (Rua Paes Leme, 195, Pinheiros)
Classificação etária: 14 anos

Duração: 60 minutos

Sinopse: Las Bellotas são ásperas. Três mulheres que vêm para expressar com sua música o que as preocupa sobre a vida e a morte, com a simples intenção de mudar o mundo. Pela primeira vez depois de tantas portas fechadas, elas conseguem apresentar suas canções e, juntamente com o público para celebrar a sua abertura com uma grande festa. Elas propõem uma reunião onde o motor é música, o riso é o combustível do veículo, transformando o interior e o exterior de qualquer um que já viveu.

 

12 de novembro, domingo

 

16h – Espetáculo Barrica Poráguabaixo (Michelle Silveira, Santa Catarina) – Sesc Pinheiros (Rua Paes Leme, 195, Pinheiros)

Classificação etária: livre

Duração: 50 minutos

Sinopse: Barrica quer ir à praia. Num lugar de proximidade com o público, a palhaça lança mão de sua graça e sensibilidade para realizar o seu sonho vencendo os limites impostos pelos padrões a fim de alcançar o prazer e a alegria, em momentos de pura brincadeira consigo mesma e com a plateia.


16h – Espetáculo Vô me Escondê Aqui (Drica Santos, Florianópolis) – Sesc Campo Limpo (Rua Nossa Senhora do Bom Conselho, 120, 
Campo Limpo)
Classificação etária: 14 anos

Duração: 60 minutos

Sinopse: Chove torrencialmente e Curalina Fosfosol precisa se esconder da chuva. Ela entra num recinto e dá de cara com o público. Aproveita o momento para compartilhar suas emoções e se satisfazer com o prazer de contar histórias enquanto espera a chuva passar. Quando ela passa, se despede de todos e continua sua jornada pela vida.

 

 

Entrada gratuita

Classificação etária: verificar a classificação em cada atração e atividade
Informações gerais sobre as atividades: encontrodemulherespalhacas@gmail.com