Destaques

CanaisDestaquesVisuais

200 obras da arte afro diaspórica em BH

Até 4 de fevereiro, a exposição “ARTE BRASILEIRA: a coleção do MAP (Museu de Arte da Pampulha) na Casa Fiat de Cultura” apresenta uma coleção rara de cerca de 200 obras, nunca expostas em conjunto, que passa pelos mais importantes movimentos artísticos do país nos séculos 20 e 21.

Read More
CanaisDestaquesVisuais

Arte afro-brasileira no CCBB SP

Encruzilhadas da Arte Afro-Brasileira abre em 16 de dezembro com cerca de 150 obras produzidas por mais de 60 artistas de diferentes períodos e regiões do país, a partir do mapeamento do Projeto Afro; em cinco eixos, mostra destaca nomes centrais da arte afro-brasileira: Arthur Timótheo da Costa, Maria Auxiliadora, Rubem Valentim e Mestre Didi e Lita Cerqueira; a exposição pode ser conferida gratuitamente até 18 de março 2024.

Read More
CanaisCinemaDestaques

Mostra de Cinemas Africanos acontece em São Paulo e Salvador

A Mostra de Cinemas Africanos chega a mais uma edição, desta vez com programação em São Paulo (SP), de 5 a 13 de setembro, no Cinesesc e no Centro de Pesquisa e Formação do Sesc, e em Salvador (BA), de 13 a 18 de setembro, no Glauber Rocha e Sala de arte do Museu.

Read More
CanaisDestaquesIdentidadesVisuais

Coletivo Indígena Mahku em exposição no MASP

O MASP — Museu de Arte de São Paulo Assis Chateaubriand apresenta, de 24 de março até 11 de junho de 2023, a mostra MAHKU: Mirações, que ocupa o espaço expositivo no 2o subsolo do museu. Com curadoria de Adriano Pedrosa, diretor artístico, MASP, Guilherme Giufrida, curador assistente, MASP e Ibã Huni Kuin, curador convidado, a exposição reúne cerca de 120 pinturas e desenhos que se originam tanto de traduções e registros de cantos, mitos e histórias de sua ancestralidade, como de experiências visuais geradas pelos rituais de nixi pae – que envolvem a ingestão de ayahuasca – denominadas mirações, palavra que dá título à exposição no MASP.

Read More
CanaisDestaquesVisuais

J. BORGES – O Mestre da Xilogravura com 44 obras e matrizes em Campinas/SP

Com curadoria de Ângelo Filizola, a exposição traz uma coletânea de 44 xilogravuras, sendo oito delas inéditas (com suas respectivas matrizes), junto às 28 obras mais importantes da carreira de J. Borges. Os temas retratados simbolizam a trajetória de vida do artista, considerado pelo dramaturgo Ariano Suassuna como o “melhor gravador popular do Brasil”.

Read More
CanaisDestaquesVisuais

O icônico pintor espontâneo Chico da Silva com centenas de suas obras na Pinacoteca em SP

A Pinacoteca de São Paulo, museu da Secretaria de Cultura e Economia Criativa do Estado de São Paulo, apresenta a primeira grande mostra panorâmica do artista Chico da Silva (região do Alto Tejo, Acre, 1910 ou 1922/23 – Fortaleza, Ceará, 1985). Chico da Silva e o ateliê do Pirambu ocupa a principal galeria expositiva da Pinacoteca Luz e convida o público a conhecer o legado do artista que foi um dos responsáveis por transformar o cenário artístico cearense a partir da década de 1940, com suas composições fabulares repletas de monstros mitológicos, animais fantásticos e outros personagens. Com curadoria de Thierry de Freitas, a mostra apresenta 124 trabalhos produzidos entre 1943 e 1984.

Read More
CanaisDestaquesMúsicas

Kuarup, uma gravadora muito brasileira

Uma das primeiras parcerias da Revista Raiz foi com a Gravadora Kuarup, com um catálogo invejável de artistas com raízes bem brasileiras abrangendo o popular, o chorinho, o samba, o jazz e até o erudito, sem nunca perder o Brasil de foco. Como a Raiz, a Kuarup trata seus artistas com extremo respeito e admiração, com tratamento editorial é sempre primoroso. Sem dúvida, a Gravadora Kuarup apresenta um painel da música brasileira como poucos, hoje são mais de 150 artistas em seu catálogo.

Especializada em música brasileira, o seu acervo concentra a maior coleção de Villa-Lobos em catálogo no País, além dos principais e mais importantes trabalhos de choro, música nordestina, caipira e sertaneja, MPB, samba e música instrumental em geral, com artistas como Baden Powell, Renato Teixeira, Ney Matogrosso, Wagner Tiso, Rolando Boldrin, Paulo Moura, Raphael Rabello, Geraldo Azevedo, Vital Farias, Elomar, Pena Branca & Xavantinho e Arthur Moreira Lima, entre outros.

Read More