Plataforma Nimuendajú mostra a diversidade indígena brasileira em mapa interativo

A Plataforma Nimuendajú permite, via aplicativo e via Web, a interação do usuário com o Mapa em ambiente digital com consultas diretas ao banco de dados elaborado a partir das informações contidas nos documentos originais e nas versões impressas (mapas e livros) de Curt Nimuendajú. Foram desenvolvidos filtros e camadas inter-relacionadas que ajudam a compreensão de todas dimensões contidas no documento-monumento sobre a história, a territorialidade dos povos e das línguas indígenas no Brasil.

Ler mais

Inaugurado o Museu das Culturas Indígenas pelo Governo de São Paulo

O Museu das Culturas Indígenas é parte do plano de expansão da rede museológica do Governo de São Paulo, que conta com 24 equipamentos culturais, o primeiro museu feito e conduzido por indígenas está localizado no Complexo Baby Barione, ao lado do Parque da Água da Branca, Zona Oeste da capital, e recebeu do Estado um repasse total de R$ 14 milhões. O novo museu apresenta uma forma inovadora de gestão e governança, tendo como premissa a participação e o protagonismo dos diversos povos e comunidades indígenas por meio do Conselho Indígena Aty Mirim.

Ler mais

Exposição inédita de Penna Prearo apresenta “Labirintos revisitados”

Exposição fotográfica no Sesc Bom Retiro, SP traz um recorte da produção recente do artista. Fotografias manipuladas digitalmente apresentam poética visual e experimental sobre os materiais e a cidade. Penna Prearo tem longa trajetória como fotógrafo de grandes revistas e publicações, além de suas capas e fotografias de inúmeros astros da MPB.

Ler mais

O fotógrafo Sebastião Salgado em mostra imersiva no RJ

A mostra Amazônia é o resultado da imersão, por sete anos, de Sebastião e Lélia Wanick Salgado, na região que cobre o Norte do Brasil e se estende a mais oito países sul-americanos, ocupando um terço do continente; e 60% da Amazônia estão no Brasil. A maior floresta tropical do planeta, traduzida pelas lentes e pela cenografia dos Salgado, transforma-se aqui em convite à informação, à reflexão e à ação em defesa do ecossistema imprescindível à vida no planeta.

Ler mais

Ópera da Serra da Capivara, PI retorna com homenagem a Niéde Guidon

Após dois anos suspensa devido às restrições impostas pela pandemia da Covid-19, a Ópera da Serra da Capivara retorna em 2022 para a quarta edição. O evento, que será realizado entre os dias 26 e 30 de julho, volta a iluminar o anfiteatro da Pedra Furada, no Parque Nacional Serra da Capivara, e a Praça do Abrigo, em São Raimundo Nonato.

Ler mais

Movimento Armorial e seus 50 anos de história no CCBB SP

A exposição ARMORIAL 50 ANOS apresenta cerca de 140 obras de arte em diversos formatos contando com artistas importantes para o Movimento Armorial, dentre eles o próprio Ariano Suassuna, Francisco Brennand, Gilvan Samico, Aluísio Braga, entre muitos outros artistas que fizeram parte deste importante movimento artístico lançado no Recife, em 18 de outubro de 1970.

Ler mais

IMS lança “Testemunha Ocular” um site dedicado ao fotojornalismo brasileiro

om o objetivo de difundir o passado e o presente do fotojornalismo brasileiro, o Instituto Moreira Salles lançou o site Testemunha Ocular, disponível neste link. O site apresenta a produção e carreira de fotógrafos de diferentes gerações e regiões do país. Também inclui dossiês, ensaios críticos, depoimentos em vídeo, além de outros materiais que ressaltam a importância da atividade na documentação da realidade brasileira e na construção da memória nacional.

Ler mais

Livro discute a Amazônia a partir de imagens do século 19

A Amazônia do fim do século XIX era lugar de todas as gentes, de todas as cores, de todas as caras a falar um mundo de lingas. Mas nem tudo é verde esperança na floresta amazônica. “A Ideia de Civilização nas Imagens da Amazônia 1865-1908”, conduz, quem ler o livro, a se enveredar pela experiencia de vida de quem produziu e de quem foi o foco das imagens.

Ler mais

O ícone da xilogravura J. Borges em exposição com obras inéditas

J. Borges — O Mestre da Xilogravura faz com que o público mergulhe de cabeça na arte e na história do artista considerado Patrimônio Vivo de Pernambuco. A mostra propõe uma experiência imersiva bem inusitada: quem for ao CCF poderá tocar nas matrizes de 10 obras inéditas, feitas especialmente para exposição em cartaz no número 1313, da Avenida Paulista.

Ler mais

Agostinho de Freitas em exposição na Galeria Estação

enominada “Agostinho Batista de Freitas – Mestre das Ruas”, que poderá ser vista entre 12 de maio e 11 de junho, tem curadoria do crítico e professor Agnaldo Farias e traz ao público uma seleção de cerca de 20 telas do artista que integram o acervo da galerista Vilma Eid.

Ler mais